Como Preservar a Relação: Dicas Matadoras

Hoje, terei o imenso prazer de compartilhar dicas, que acredito ser importantes para preservar a relação. Na quarta feira passada, fiz um post contando um pouco sobre essas dicas, para conferir, basta clicar aqui!

Antes de iniciar o post, gostaria de dizer que a confiança e o respeito, são a base para qualquer relação saudável e duradoura. Jamais abram mão das verdadeiras amizades, e de atividades que lhe dão prazer. Tentem sempre conversar e entender por qual razão, o seu parceiro se incomoda tanto com o que te faz bem. Dificilmente uma pessoa muda depois de iniciar uma relação, pelo contrário, a tendência é que os hábitos comportamentais, atenuem ainda mais com a intimidade e com o tempo da relação. Fiquem atentos!

É cada vez mais comum, vermos casais insatisfeitos e rompendo relações ainda precoces, sem nem ao menos tentarem consertar algo que está errado. No mundo individualista que vivemos, essa é uma situação cada vez mais rotineira na vida das pessoas. Porém, existem alguns pontos que devem ser evitados, são eles:

Amizades que podem ser nocivas

Exatamente como mencionei acima, esse é um ponto de enorme importância, e que deve receber uma atenção especial. Um dos maiores erros na minha antiga relação, foi ter aberto mão de amigos queridos, por conta do meu ex não gostar ou aprovar. Abri mão de pessoas de enorme importância, em nome do amor. Sofri com uma relação que só me fez mal, e no final acabei sozinho, sem namorado e amigos. Por sorte, os verdadeiros amigos me receberam de braços abertos. Segue o baile!

Uma dica super valiosa é: namore, ou case com uma pessoa leve, que valorize tudo que te faz feliz. Relacionamentos alegres e que agregam valor, costumam dar mais certo a longo prazo. Observe se o seu parceiro é uma pessoa sociável e que valoriza os seus amigos, isto é muito importante para preservar a relação!

Não podemos ignorar o fato, de que existem amizades que podem sim ser nocivas em qualquer relacionamento. As vezes por ciúmes, ou por simplesmente não rolar uma energia positiva entre o seu parceiro e o seu amigo. Tente mensurar com muita atenção toda a situação!

Quando um amigo ou amiga rouba o tempo que deveria ser dedicado ao parceiro, causando ciúmes ou mesmo semeando pensamentos ruins na mente de um dos cônjuges, talvez seja a hora de avaliar essa amizade. É natural que cada um tenha amigos no trabalho, na faculdade, na academia, no Facebook… Embora seja saudável cultivar amizades, elas não podem ameaçar a amizade mais importante que se deve ter: a do seu parceiro!

Certos cuidados e limites devem ser levados em consideração. Será que é bacana ter o “ex” no Facebook? Será que é apropriado ter um amigo íntimo que já tenha se relacionado, quando a relação não vai bem? Obviamente, não é preciso abrir mão da liberdade, e todo casal que vive em harmonia tem amigos – o ideal, porém, é que não sejam amigos exclusivos, mas sim amigos em comum, a fim de não gerar desconfianças. Proteger o relacionamento de amizades nocivas é preservar a relação de forma inteligente!

Cuidar da autoestima

Outro erro grave que cometi, foi ter deixado de lado toda a minha vaidade, que sempre cultivei de forma tão atenciosa. Me dediquei tanto ao sucesso da relação, que esqueci de coisas que me faziam bem. Adquiri uma forte depressão, e acabei agravando ainda mais a minha autoestima!

Muitas pessoas deixam de se cuidar após conquistarem uma relação, sem levar em conta que a apresentação pessoal diz muito sobre quem somos. Ela revela mais do que simplesmente o exterior. É possível estar com uma boa aparência e não estar bem internamente, mas não dá para estar bem internamente e não refletir isso por fora. Um verdadeiro companheiro não vai deixar de amar o outro por causa da aparência, mas isso não significa uma autorização para o descuido pessoal.

É justamente depois de iniciar uma relação que devemos nos cuidar ainda mais. Um parceiro representa o outro. Se um dos dois não se cuida, como ficara a imagem da relação? Nunca deixem de cuidar da sua autoestima!

Para finalizar o post, gostaria de sugerir que nunca esqueçam quem verdadeiramente são, não anulem a vida em prol do outro. Utilizem sempre do bom senso e lutem para consertar o que está errado, pode valer a pena!

Gostou da postagem? Tem uma história real ou alguma dica sobre como preservar a relação? Nós queremos ouvir a voz de vocês. Manda um e-mail pra gente ou preenche o formulário de contato aqui no blog com dicas de pauta.

Aproveite para nos seguir nas redes sociais, estamos preparando muitas promoções e coisas maravilhosas para os seguidores do blog.

Quer realizar seu sonho de amor? Conheça nosso serviço de assessoria e consultoria em casamentos Homoafetivos.

Curta, e compartilhe com seus amigos.

Um grande beijo e até o próximo post!

Antônio Lopes
Redator Amor Por Igual e Assessor de casamentos homoafetivos.

Empreendedor, Digital Influencer, Sommelier e Organizador de Casamentos Homoafetivos. Apaixonado por escrever sobre histórias de amor com muita poesia e por conteúdo do universo LGBTI, e por assuntos relacionados a moda, gastronomia e cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Invalid public key. If you do not have valid captchme API key, please get one from http://www.captchme.net