As 07 Praias mais Gay-friendly do Brasil

Olá amores, tudo bom com vocês? O Verão mal começou e as temperaturas em todo Brasil já batem a casa dos 37 º graus. As previsões são de que essa temperatura aumente, ou se mantenha ao longo dos próximos meses. Com um longo litoral banhado pelo Atlântico, o País possui uma infinidade de praias para quem busca qualidade de vida, porém nem todas elas têm boa aceitação ao público gay.

Independente do nosso status de relacionamento, praia é sempre uma ótima pedida, certo? Pensando nisso, decidimos compartilhar com vocês sobre as sete praias mais Gay-friendly do Brasil, para quem deseja curtir e relaxar, sem medo de preconceito. Alguns destinos são ideais para curtir a dois, já outros são ótimos para quem deseja dar aquela paquerada. Tem praia para todos os gostos! RS

Ipanema – RJ

Como iniciar essa matéria sem falar sobre a praia mais Gay-friendly do mundo? Impossível! Em geral, as praias Cariocas são todas muito tolerantes com a comunidade LGBT, porém, Ipanema está no topo da lista. A praia é bem democrática, sendo possível curtir com o love ou com os amigos. Mais precisamente no posto 9, a paquera rola solta, sendo possível curtir o mar, pegar aquele bronzeado, praticar esportes ou conferir as mais lindas silhuetas do Rio de Janeiro. É em Ipanema que está a rua Farme de Amoedo, conhecida como a rua mais Gay-friendly da cidade. Em geral, Ipanema é um bairro super aberto a comunidade gay, quase não se vê casos de preconceito no local. O destino é perfeito para qualquer perfil, mas para quem está solteiro, a proposta é ainda mais convidativa, sendo possível curtir a vida noturna, repleta de baladas pós praia!

Praia da Reserva – RJ

Localizada entre os bairros da Barra da Tijuca e do Recreio dos Bandeirantes, está a praia da reserva, uma das praias mais incríveis do Rio de Janeiro. Por se tratar de uma praia exclusiva, distante do centro e da zona sul da cidade, o destino é ideal para quem busca privacidade para curtir com o love.

Um detalhe muito interessante, é que não há transporte público que passe pela praia da reserva. Isso dificulta a vida de quem deseja visitar a praia e não tenha veículo próprio ou esteja disposto a desembolsar dinheiro para uma corrida de táxi.

Fatores que juntos transformam a praia em um destino pouco popular no Rio, a não ser para que procura por tranquilidade, algo aparentemente inexistente na cidade fluminense. Ali costumam frequentar mais a tribo dos surfistas, dos praticantes de windsurf ou de kitesurf. Vento e boas ondas não faltam ao lugar. Outra curiosidade da Praia da Reserva é que ela é bem frequentada por adeptos do nudismo. Isso mesmo! Em alguns pontos da praia o turista pode tirar sua roupa de banho e relaxar numa boa. Por lá transitam um grande número de pessoas adeptas a essa prática, desde jovens a pessoas mais velhas.

A praia é considerada uma praia verde e livre da presença de barracas, quiosques, tampouco lanchonetes e vendedores ambulantes tão populares nas outras praias do Rio. A área é tratada como uma reserva, e os moradores locais fazem questão de mantê-la o mais natural possível. Vale destacar que não há estacionamento pelas redondezas da praia. Como o Rio de janeiro é um dos principais eixos turísticos para o público gay do mundo, a Praia da Reserva guarda para esse público o ponto de Gay na Reserva Beach, conhecida por uma bandeira com as cores do arco-íris hasteada na praia.

Boa Viagem – Recife (PE)

É a praia urbana mais famosa do Recife e um dos pontos LGBT do litoral brasileiro. Tem aproximadamente 7 km de extensão. Fica entre a praia do Pina e Piedade.

O trecho entre o antigo Hotel Savaroni e o Edifício Acaiaca (entre as ruas Félix de Brito Melo e Bruno Veloso) é onde o gay vai se sentir em casa. Uma bandeira do arco-íris sinaliza que a diversidade é bem-vinda.  Diferente de algumas praias, na de Boa Viagem você verá ambulantes passando com diversas opções de comes e bebes, e, claro, os quiosques vendendo peixe frito e cerveja gelada para aguentar o calorão da cidade.

Praia Mole – Florianópolis (SC)

Tradicional point de surfistas, a praia Mole, assim chamada devido a areia solta e macia, é um dos destinos mais cobiçados. Florianópolis é considerada a Ibiza brasileira e o terceiro destino gay no Brasil, depois de Rio de Janeiro e São Paulo.  Muitos turistas, principalmente paulistas e argentinos, procuram a cidade para mudar os ares e apreciar os encantos naturais. A paquera gay rola aos arredores do bar do Deca. Com tantas belezas naturais, tanto da praia quanto dos corpos sarados, fica difícil dar atenção exclusiva para uma beleza dentre tamanha perdição.

Itararé – São Vicente (SP)

A uma hora de São Paulo está a praia do Itararé, nas proximidades da Ilha Porchat, onde se concentra o maior público LGBT da Baixada Santista. Principalmente no famoso quiosque da Cris, reduto de paquera, diversão e onde eles e elas se sentem à vontade.

Para quem gosta de “fritar no sol” vale a pena alugar uma cadeira de praia na altura do quiosque e depois ir para uma mesa curtir o som ao vivo que rola frequentemente.

Porto da Barra – Salvador (BA)

A cidade tem uma extensa orla que vai da Barra até a zona norte.  A praia do Porto da Barra, região central, é a segunda maior do bairro da Barra. Interliga o centro urbano  e é uma das mais concorridas da cidade. Tem uma das enseadas mais bonita e charmosa. Por possuir muitas pedras, não é aconselhável o banho, mas em compensação o público gay frequenta os quiosques que dão vista para o mar. Nessa área o turista pode apreciar a região e tirar fotos com os faróis do Forte de Santa Maria e de São Diogo ao fundo.

Fernando de Noronha – PE

Considerado Patrimônio Mundial da UNESCO, o arquipélago de Fernando de Noronha possui um delicado ecossistema. Por conta disso, existe restrição no número de visitantes, mas os poucos afortunados são recompensados com praias inigualáveis e águas quentes, calmas, repletas de golfinhos e tartarugas marinhas.

É claro que os tons azulados do mar, as trilhas selvagens e o melhor ponto do mergulho do Brasil já são atrativos pra lá de consideráveis, mas Fernando de Noronha oferece muito mais aos viajantes gays. A ilha é daqueles poucos lugares do País que conseguiu abrir o turismo para todos os perfis: há casais em lua de mel, famílias com crianças, jovens mochileiros e, claro, o público LGBT.

O arquipélago do estado de Pernambuco vem se firmando como destino gay friendly há alguns anos. Em qualquer lugar que se vá, de pousadas simples a praias isoladas, vai ter sempre alguém para reforçar o clima colorido da ilha. Tanto é que há alguns anos o local organiza a Love Noronha, festival que virou referência no universo LGBT.

Gostou das dicas ? O que você gostaria que falássemos aqui no blog? Nós queremos ouvir a voz de vocês. Manda um e-mail pra gente ou preenche o formulário de contato aqui no blog com dicas de pauta.

Não esqueça de curtir e compartilhar com os amigos.

Empreendedor, Digital Influencer, Sommelier e Organizador de Casamentos Homoafetivos. Apaixonado por escrever sobre histórias de amor com muita poesia e por conteúdo do universo LGBTI, e por assuntos relacionados a moda, gastronomia e cultura.

1 thought on “As 07 Praias mais Gay-friendly do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *